Como organizar as finanças no fim e inicio do ano

Os meses de dezembro e janeiro são sem dúvida os meses mais agitados do ano. Durante esse período, há preparação para festas como natal e ano novo. Em seguida, período de férias escolares. Mas como nem tudo são flores, as dívidas e impostos batem à porta. Regularizar as contas atrasadas até o fim do ano é a melhor forma de não começar o ano seguinte totalmente no vermelho.

Planejamento é essencial

Traçar metas e objetivos para o próximo ano auxiliam na execução de todas as suas vontades, e diminuem as chances de perder o controle sobre as finanças.

O planejamento para o pagamento correto das contas de casa, como: água, luz, telefone, internet, mercado, plano de saúde e etc. Tudo isso já é um passo importante para um ano financeiramente de sucesso.

As despesas tributárias, que não podem ser esquecidas, também devem estar descritas nesse planejamento. Por exemplo: parcelas do IPTU e IPVA, valor do licenciamento , declaração do Imposto de Renda e tantos outros.

Colocar no papel quais serão os gastos mensais, é uma maneira de se antecipar com os gastos que são fixos. Como esses que foram citados acima. Dessa forma, torna-se possível prever onde sobra e falta dinheiro.

Poupar vale a pena!

Depois de fazer o planejamento financeiro, preenchido com a renda de cada membro da família e os gastos previstos. Fica mais claro enxergar as quantias que podem ser aproveitadas. Nada é “sobra”, e pode se tornar investimento.

Se todos os 12 meses, conseguir poupar de R$100 à R$200, no fim do ano terá em média R$1.400 – R$2.400. Levando em consideração que esse dinheiro não será guardado em banco ou investido.

Com intervenção bancária, o dinheiro poupado rende algo a mais. Pode representar pouco, mas já faz diferença.

Esse valor pode ser usado, por exemplo, na compra dos presentes de natal, viagem de fim de ano, material escolar, ou investimento em si próprio.

Quando procurar ajuda?

Se o trabalhador for fichado em carteira, o fim do ano pode trazer surpresas boas como o 13° salário. Um complemento da renda mensal.

É indicado que a família, ou a pessoa individualmente, busque por ajuda quando perceber que está entrando em uma crise financeira. Se no fim do mês não sobrar nenhum valor, e ficar negativado.

Se antecipar, conversar com um especialista antes do fim de um ano e início do outro, ajuda a “respirar” nessa nova fase que vai começar.

O que pode ser usado para dedução legal no Imposto de Renda

O imposto de renda é uma declaração anual que deve ser cumprida dentro do prazo estabelecido. Há muitas dúvidas em relação a este assunto, como por exemplo, o que deve ser deduzido? Para entender melhor como o IR funciona e o que poder usado para dedução legal no Imposto de renda, leia o texto a seguir e se informe.

O que é o imposto de renda?

O imposto de renda ou imposto sobre o rendimento corresponde a declaração anual obrigatória dos rendimentos tributáveis. Precisa declarar o IR, a pessoa que cujo estes rendimentos foram superiores a R$ 28.559,70 no ano anterior. O valor pode mudar de um ano para outro, por isso, fique atento!

O imposto é gerido pela Receita Federal e é dividido em duas opções: O IRPF, sendo o Imposto de Renda Pessoa Física e o IRPJ, Imposto de Renda Para Pessoa Jurídica. Em ambos os casos, as declarações devem ser feitas com cuidado para que não hajam erros.

O que pode ser deduzido?

Educação

Em relação à educação, o que podem ser deduzidos da declaração são os gastos com a educação infantil, ensino fundamental, ensino médio e ensino superior e educação profissional. Cursos extracurriculares não estão inclusos. Vale lembrar que o limite individual destes gastos para o último ano era de R$ 3.561,50.

Pensão Alimentícia

Pensão alimentícia, se prevista perante ordem judicial oficial ou escritura pública, pode ser diretamente deduzida e deve ser declarada na linha 30, 31, 33 ou 34. Quem recebe o valor, ainda estará sujeito à tributação.

Gastos médicos

Para o contribuinte e seus dependentes podem ser deduzidos do cálculo do IR gastos com qualquer tipo de médio, plano de saúde, consultas, entre outros. É preciso ter muito cuidado na hora de declarar despesas médicas e fornecer corretamente os documentos de cada pessoa e o CNPJ da línica ou CPF do profissional.

Gastos com aparelhos ortopédicos

Gastos com aparelhos ortopédicos, independente de sua natureza, também podem ser descontados. Por exemplo, compra de próteses, cadeiras de rodas ou aparelhos específicos para colunas e articulações devem ser integralmente deduzidos do cálculo do IR.

Previdência Social

Os valores ligados à Previdência Social oficial de União, Estados e Municípios podem ser diretamente abatidos do valor total do Imposto de Renda, mas assim como as outras declarações, você deve ter cuidado ao preencher os dados.

Previdência Privada

Os valores para a Previdência Privada também podem ser abatidos do valor de contribuição, com os dados devendo ser corretamente fornecidos.

3 Melhores Livros que Contam Historias Cristãs

O mundo cristão dispõe de muito material de qualidade, mas no que se diz respeito a ser fiel às histórias, por vezes a literatura pode sobrepor os fatos. Mas ainda sim, existem diversos títulos que contam tramas cristãs muito interessantes e com certeza devem estar na prateleira deste público. Você sabe quais são estes títulos? Veja a seguir os 3 melhores livros que contam histórias cristãs e conheça um pouco sobre cada um deles.

A literatura traz muito conhecimento e para quem acha que ela é direcionada para um público exclusivo, se engana. Existem muitos autores cristão que trazem em suas obras experiências de vida e grande ensinamento cristão. Vale a pena conferir quais são!

O Peregrino – John Bunyan

Esta é um obra que não pode deixar de fazer parte da biblioteca de um cristão, isto porque, O Peregrino é uma das maiores obras de ficção do cristianismo. Escrita no século 17, a obra conta a história do Peregrino, que se encontra em uma situação espiritual crítica e está se dirigindo à Cidade Celestial.

A trama retrata a trajetória cristã de forma muito criativa e com ensinamentos profundos que podem ser levados para vida toda. Durante o contexto, podemos contemplar erros e acertos do personagem e comparar com as nossas próprias realidades. Quem tem a oportunidade de ler este livro de John Bunyan, irá adquirir grande conhecimento e verdades espirituais. Vale a pena conferir!

O evangelho maltrapilho – Brennan Manning

O Evangelho Maltrapilho é uma obra de Brennan Manning e está presente na lista de leitura de muitos apreciadores deste tipo de leitura. E é possível afirmar que a fama do livro não é à toa! O Evangelho Maltrapilho tem uma escrita direcionada a pessoas que se encontram em momentos difíceis de sua vidas.

O livro é muito provocante e inspirador, trazendo o poder do amor de Deus e o poder da graça divina. A obra de Brennan Manning tem palavras fortes e promete conforto aos seus leitores.

Perseguidos – O ataque global aos cristãos – Paul Marshall, Lela Gilbert e Nina Shea

Outra obra que vale a pena ser mencionada mas que tem uma proposta um pouco diferente das que já foram mencionadas, é o livro Perseguidos, escrito por vários autores. A trama é resultado de um estudo muito profundo a fim de relatar diversas práticas negativas cometidas contra o povo cristão.

O intuito do livro é despertar o respeito pela crença cristã através do relato de preconceitos, violência e injustiças cometidas com diversos cristãos ao redor do mundo.